Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Destaques > Pesquisadores do IFSP realizam visita técnica à empresa Sapra Laundaer
Início do conteúdo da página

Pesquisadores do IFSP realizam visita técnica à empresa Sapra Laundaer

Publicado: Quarta, 30 de Outubro de 2019, 15h17 | Última atualização em Segunda, 11 de Novembro de 2019, 11h24

visita

No dia 18 de outubro, o professor Neilo Trindade, docente da área de Física e da pós-graduação em Engenharia Mecânica, junto com seus alunos de iniciação cientifica, licenciandos em Física e bolsistas pela FAPESP, Matheus Cavalcanti e Maicon Gois, realizaram uma visita técnica a empresa Sapra Landauer em São Carlos. O grupo foi recebido pela presidente da empresa, Dra. Yvone M. Mascarenhas, o diretor, Paulo Mascarenhas, e a gerente de qualidade, Dra. Maria de Fatima de A. Magnon.

Além de conhecer o funcionamento da empresa líder no mercado na oferta de serviços de dosimetria pessoal e proteção radiológica, o objetivo da visita técnica foi estreitar relações com a empresa para futuras parcerias. A Sapra tem mais de 35 anos de experiência na oferta de serviços e equipamentos de dosimetria e foi a primeira empresa a oferecer dosimetria pessoal com OSL (luminescência opticamente estimulada) no Brasil, além disso, ela é parceira internacional da Landauer Inc., maior empresa do setor no mundo. A técnica OSL é usada na pesquisa acadêmica pelo professor Neilo Trindade para descobrir novos materiais dosimétricos assim como estudar materiais bem estabelecidos.

Segundo o professor, a visita foi importante para um primeiro contato com uma empresa muito respeitada na área de dosimetria, área na qual ele e seus alunos de iniciação científica estão bastante envolvidos. "Nesse primeiro encontro nós apresentamos os resultados de nossas pesquisas, que são realizadas em colaboração entre IFSP-USP, e realizamos uma visita técnica guiada pela própria presidente da empresa, além de discutimos as possibilidades de futuras colaborações”, disse Trindade.

Para a presidente da Sapra, Dra. Yvone M. Mascarenhas, o câmpus São Paulo está de parabéns pelo trabalho de pesquisa e incentivo aos alunos. "Fantástico saber que tem pessoas trabalhando ativamente na dosimetria. Sem dúvida o sucesso é garantido”, afirmou Dra. Mascarenhas.

registrado em:
Fim do conteúdo da página